Em inglês, “sneaker” quer dizer “tênis.” Então, vocês já devem imaginar, que um sneakerhead seja uma pessoa que possui muitos tênis, ou que pelo menos se interessa muito pela história e lançamentos dos sneakers! 

Alguns colecionadores gastam uma fortuna em sneakers de coleções exclusivas. 

Eles costumam passar horas, muitas vezes até dias, em filas de lojas, porque essas coleções costumam vender apenas 1 par de tênis por pessoa no pré-lançamento e só meses depois vão de fato para as vitrines e sites.

Mas de onde vem essa admiração? Quando falamos sobre a cultura sneakerhead, não estamos falando sobre tênis comuns. Seu design costuma ter um diferencial, seja nas cores, nos materiais, nos formatos, ou até mesmo em algum significado especial que o calçado possui, além de serem feitos em poucas quantidades, deixando o uso exclusivo para um certo número de pessoas.

Mas você sabia que não é preciso gastar muito para comprar esses tênis? 

Se você importar dos Estados Unidos você pode garantir um preço bem mais baixo do que pagam normalmente.

Além disso, o mercado dos sneakers é algo gigantesco, muitos largaram seus empregos fixos para atuarem nesse segmento. Mas o porquê disso?

É extremamente rentável quando você tem a opção de importar esses tênis, porque pagando um valor mais em conta e adquirindo modelos que muitas vezes nem são vendidos no Brasil é possível revender por um preço muito maior.

Como por exemplo neste modelo da Nike, o “SB Dunk Low What The P-Rod”

Nos EUA custa $529, já no Brasil é vendido em pouquíssimas lojas por R$ 6.215, ou seja, uma economia de aproximadamente 60% sobre o valor em reais.

Além disso, existem diversos modelos que não lançam aqui no Brasil.

Então, além de pagar um preço mais em conta, você ainda garante um tênis único que, com certeza, não encontrará ninguém usando por aí.

Se interessou pelo tema? Confira nosso vídeo com uma lista de 6 tênis que todo colecionador precisa ter!

https://youtu.be/OgB_dDSpzrA